TugaNet

Uma Rádio Para a Vida!

Musica Atual

Título

Artista

Programa Atual

A sua hora

21:00 22:00

Programa Atual

A sua hora

21:00 22:00


Já é conhecida a Palavra do Ano 2023

Publicado por: a 3 de Janeiro de 2024

“Professor” é a Palavra do Ano 2023 escolhida por perto de metade dos cerca de 90 mil participantes na iniciativa lançada pela Porto Editora no final de novembro, seguida por “médico” e “Inteligência Artificial”, anunciou hoje o grupo editorial.

“Os professores continuam a reivindicar a valorização da profissão em centenas de protestos por todo o país”, é apontado no site da Palavra do Ano, uma iniciativa da Porto Editora.

As restantes palavras a concurso eram “clima”, “conflitos”, “demissão”, “habitação”, “inflação”, “inteligência artificial”, “jornada”, “médico” e “navegadoras”.

Dos cerca de 90 mil participantes na escolha, através da plataforma ‘online’ da Porto Editora, 48,1% optou pela palavra “professor”, o que representa cerca de 43 mil votos neste termo, seguindo-se “médico”, com 9,9%, e “Inteligência Artificial”, com 9,8%, segundo os resultados hoje divulgados.

Quando foi divulgada a lista dos dez vocábulos candidatos à “Palavra do Ano”, a palavra “professor” foi justificada pelas “centenas de protestos por todo o país” pela “valorização da profissão”.

A questão reivindicativa justificou também a presença de “médico” entre as prováveis palavras do ano, pelo facto de os “médicos continuarem a reivindicar melhores condições de trabalho no Serviço Nacional de Saúde (SNS)”.

“Inteligência Artificial”, que ficou em 3.º lugar, foi justificada pela generalização do acesso a este ‘software’, levantando “questões sobre os riscos e oportunidades do seu uso”.

A primeira metade da classificação final é completada com “inflação”, no 4.º lugar, com 7,9%, e “habitação”, no 5.º, com 6,7%.

Na segunda metade da tabela ficaram “conflitos” (5,8%), “jornada” (3,5%), “clima” (3,3%), “demissão” (2,8%) e, no último posto, “Navegadoras”, termo pelo qual ficaram conhecidas as jogadoras da seleção portuguesa de futebol feminino, que recebeu 1,6% das intenções dos cibernautas participantes na escolha.

A eleição online d’“A Palavra do Ano” existe há 15 anos, numa iniciativa da Porto Editora.

“Guerra” foi a palavra escolhida no ano passado.

Em edições anteriores saíram vitoriosas as palavras “vacina” (2021), “saudade” (2020), “violência doméstica” (2019), “enfermeiro” (2018), “incêndios” (2017), “geringonça” (2016), “refugiado” (2015), “corrupção” (2014), “bombeiro” (2013), “entroikado” (2012), “austeridade” (2011), “vuvuzela” (2010) e “esmiuçar” (2009).

A lista de palavras candidatas “é produto do trabalho permanente de observação e acompanhamento da realidade da língua portuguesa, levado a cabo pela Porto Editora, através da análise de frequência e distribuição de uso das palavras e do relevo que elas alcançam, tanto nos meios de comunicação e redes sociais como no registo de consultas online dos dicionários da Porto Editora, tendo em consideração também as sugestões dos portugueses”, é explicado no site.

fonte: sapo24/2024

Faça download do nosso app:

Android

Apple

Marcado como

Opiniões dos Leitores

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado.Campos de preenchimento obrigatório assinalados com *



×