Novo ataque terrorista em Londres teve motivações religiosas

Um homem foi hoje abatido pela polícia em Streatham, no sul de Londres, durante um “incidente que foi declarado relacionado com terrorismo” e que teve motivações islamitas, revelou a Polícia Metropolitana. Nesses “incidente” duas pessoas, um homem e uma mulher, foram esfaqueadas, enquanto uma terceira sofreu ferimentos ligeiros, provavelmente causados por vidros partidos. O homem está em estado grave e corre risco de vida.

“Sabe-se que três pessoas ficaram feridas no ataque em Streatham ao início da tarde. Uma pessoa está no hospital em estado muito grave. Estamos a informar a família”, anunciaram num primeiro momento as autoridades.

Além do homem que corre risco de vida, também uma mulher encontra-se internada num estabelecimento de saúde, no sul de Londres, por ter sido esfaqueada. Uma outra mulher teve apenas alguns ferimentos ligeiros, provavelmente causados por vidros partidos na sequência dos disparos da polícia, que foram tratados no local, informou a Polícia Metropolitana em comunicado.

A polícia confirmou que existem suspeitas de que o ataque deste domingo teve motivações religiosas. Em comunicado, a Polícia Metropolitana disse que o “incidente foi imediatamente declarado como terrorista” e que existem razões para crer que o homem era islamita.

O ataque aconteceu pelas 14h. À Sky News, o dono de um estabelecimento comercial disse que o atacante roubou uma faca de uma loja, que terá usado para esfaquear o homem e a mulher. Terá sido apanhado pela polícia pouco tempo depois. O homem levava “um aparelho amarrado ao corpo”, segundo a polícia. Várias testemunhas declararam que o terrorista levava uma bomba.

noticia adaptada do site  observador
Facebooktwitterpinterestlinkedinmail