Governo britânico nacionaliza Northern Rail que liga o nordeste ao noroeste do país

Durante anos, a companhia de transporte ferroviário Northern Rail foi a dor de cabeça de todos quantos tentavam viajar em um dos seus comboios. Ora por causa dos atrasos frequentes, cancelamentos, más condições das carruagens, alterações aos horários sem aviso prévio, greves, supressão de comboios ou pouco espaço para o enorme número de pessoas. Mas agora a Northern Rail vai passar a ser gerida pelo Estado britânico, anunciou esta quarta-feira o ministro dos Transportes, Grant Shapps. “Estou determinado em dar aos passageiros da Northern Rail um serviço melhor em toda a rede o mais rápido possível”, disse o ministro.

A exploração deste serviço está atualmente sob a alçada da alemã Arriva, parte da Deutsche Bahn, a empresa pública de transporte ferroviário na Alemanha e deveria continuar por mais cinco anos, mas o Governo decidiu que as queixas dos utilizadores eram “justificadas”.

Grant Shapps quer, contudo, que esta nacionalização seja um ponto de viragem. “Este é um novo começo, mas é apenas um começo. A rede da Northern é enorme e complexa e algumas das coisas que neste momento funcionam mal não serão de resolução rápida e fácil”, disse ainda o ministro. Segundo os planos de Shapps, vai ser criada uma equipa multissectorial para ajudar as ferrovias do noroeste da Inglaterra a recuperar, enquanto o novo operador estatal vai focar-se, em primeiro lugar, na melhoria das infraestruturas necessárias para ajudar os serviços a funcionarem sem problemas.

A Northern começa em Cheshire, no noroeste da Inglaterra e vai até Northumberland, no nordeste, e transporta mais de 100 milhões de passageiros por ano.

noticia e imagem adaptada do site expresso

Facebooktwitterpinterestlinkedinmail